ATITUNA

ATITUNA

Contactos

916262075
tufpceup@gmail.com

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

XI TUDO ISTO É TUNA: Natal e amizade em engenharia.


Não foi um ano fácil, muito trabalho, muitas horas sem dormir, ensaios até às tantas para podermos crescer. E de facto, isso aconteceu...
No Sábado passado, dia 19, rumamos a mais um festival bem pertinho de “casa”. Foi o stress do costume em carregar instrumentos, se assim não fosse nem parecia a Atituna. Carros caregados para percorrer uns metros, as tunantes a espalhar magia e cor pelas ruas e tudo pronto a tempo e horas na Feup, para conhecer os nossos guias do dia. O Capatrás e o Jarro foram impecáveis a toda a hora, sempre preocupados com os instrumentos e até com o frio que se fazia sentir. Frio esse que foi desvanecendo com o Porto de Honra e com as palavras de acolhimento da TUNAFE, sempre bem dispostas. Trocaram-se palavras e abraços com o mundo tunante... é sempre bom estar no Porto com as amigas festivaleiras.
Seguiram-se as actividades com muita energia e alguma inspiração. Entre rimas melódicas, danças explosivas e bebidas perigosas, o nervosismo começava a fazer-se sentir. No entanto, o tempo passado entre os auditórios e a imaginação fez-nos esquecer o palco e o público a quem queríamos impressionar neste último festival do ano.
Lanche, música, Atituna sempre a “abacalhar” e cheia de energia em mais um momento de convívio. Ali ficamos até o cansaço se sentir nos pés, até as gargantas doerem e o coração bater mais depressa por todas as vezes que saltamos! É este o espírito, é esta a nossa atitude! Mais umas horas passadas a cantar, as caloiras com as suas músicas de Natal, os instrumentos debaixo do braço e as cordas e fazerem-se soar nos corredores da Feup.
Caminhada longa até à Associação de Estudantes, não pela distância mas pelo frio que entrava pela capa dentro. Contudo, um belo jantar nos esperava, com djs à altura (e viva a música da Popota) e velinhas a darem um ar romântico ao cenário. De volta, estava na hora do festival.
Estava na hora de afinar instrumentos, de aquecer vozes, de se abrir a garrafa de vinho do Porto, de se trocarem conselhos e incentivos para que tudo corresse bem.
O frio na barriga, o costume. No palco demos o que tínhamos e o que não tínhamos. Foi uma actuação conturbada, mas com toda a força e a energia a que já temos vindo a habituar. Foi a actuação de Natal que todos vão recordar. Sorrisos nas caras, passos em sintonia, instrumentos a soar e a Atituna a encantar. Foi rápido, soube a pouco. Os aplausos.
São muitas as horas frenéticas e extasiantes de ensaios e dedicação, mas vale sempre a pena quando estamos todas juntas e podemos festejar. É por isto que lutamos, pela conquista das pessoas! No Tudo Isto é Tuna saímos com os prémios de Melhor Solista e Melhor Tuna. Obrigada a todos, aos padrinhos que sabem sempre estar, à Looney pelos abraços, aos amigos de sempre e a todos aqueles que enfrentam uma noite fria para nos apoiarem. É por todos vocês que isto vale a pena.
Foi um dia vivido em tuna, bem passado e com histórias que ficam para contar. E à nossa nova Mestre-Tuna, Miminhos Atitvdis Gestorae Carismaticvs, os parabéns pela dedicação que tem, por tudo o que dá por esta tuna e por tudo o que acreditamos que ainda vai fazer.



Reportagem pelo Proletariado da ATITUNA

4 comentários:

Panamá disse...

Ao fim de anos nesta luta, consegui o meu objectivo: Miminhos a Mestre!!!!!!
Um Bom Natal e até pro ano para todas as "Atitonas".

Bruno Nacarato disse...

Parabéns pelo festival! estiveram mesmo bem. as passagens de espírito natalício para as músicas cheias de energia!

Parabéns por todos os projectos levados a cabo até aqui e sempre bem concretizados.

Parabéns pela Atitude.

Ah, parabéns e muitas felicidades à Miminhos.

um beijo.

Fia-te

Tulipa disse...

Parabéns pela originalidade e força da actuação ;)

Feliz Natal e que 2010 seja em grande!

Beijinho!

PS: Vai Miminhos :P

José Jorge disse...

N estou a ver nenhuma referencia aos magnificos guias...